Feliz ano 2017

Feliz ano 2017

30 de janeiro de 2016

Mana ou mano ????

 A minha primeira gravidez foi maravilhosa!
A experiência nova, a felicidade enorme e um cocktail de hormonas...
A primeira gravidez desta geração de ambos os lados da família: 
os mimos, as atenções, os conselhos, os avisos, os cuidados, tudo ao máximo...
Sentia-me especial, tinha tempo para descansar, mas parecia que tudo girava em torno da minha barriga e isso por vezes também era cansativo!


Esta gravidez fisicamente muito idêntica, sem enjoos, más disposições, sem muitos kilos para já, igual em quase tudo, apenas mais cansativa fisicamente, pois o tempo que antes tive para descansar, agora tenho uma menina de 4 anos para cuidar!
Mas uma menina maravilhosa que me ajuda muito, que está a perceber e a respeitar os cuidados que tem de ter com a mãe, mas que não deixa de ser criança e que ainda exige muito da minha actividade física!
Tudo é mais tranquilo, menos eufórico, já não sou o centro das atenções nem tenho tantas preocupações!
Tudo parece que se vai resolver bem, tranquilamente, não há ansiedade, 
é tudo tão diferente e igualmente tão bom!


Eu não podia estar mais feliz!
Parece desenrolar-se tudo na altura certa!
A filhota ainda é pequenina para saborear a companhia de um mano ou mana, mas já é autónoma em muitas coisas para permitir que a chegada da cegonha se torne mais fácil de gerir! 
Para ajudar a cuidar do nosso bebé, como ela deseja tanto!
Vou aproveitar ao máximo o seu lado maternal!



 Nesta gravidez tudo faz sentido graças à filhota!
Como se fosse estranho ter este bebé sem termos a nossa filha connosco a aguardar por ele!

Uma segunda gravidez é tão linda como a primeira, mas tão diferente!


Esta gravidez é nossa, dos 3, muito intima e especial!

O momento da ecografia morfológica é um momento marcante!
Para a filhota saber se vai ter uma mana ou mano
e para nós, pais, sabermos se está tudo bem com este rebentinho!

Beijinhos,
Neuza



28 de janeiro de 2016

Tarte de laranja

Quando tenho visitas inesperadas para jantar, durante a semana, sem nada planeado,
oiço tocar a campainha,
saco de uma massa quebrada do congelador, 
ligo o forno e coloco-a lá dentro a descongelar!

Espeto-lhe com umas frutas cortadas, umas vezes em puré, quase sempre com muesli...
e enquanto jantamos, a sobremesa fica pronta. 
Quentinha com gelado então, nham, nham.


Mas desta vez, resolvi ler a receita da massa folhada...

Separa as gemas das claras;
Mexe as gemas com 75gr de açúcar até obter um creme;
Junta 30gr de farinha, sumo de 2 laranjas e raspa de 1 laranja.


Coloca a massa na tarteira, com um garfo faz uns furinhos no fundo, e se possível, coloca uma folha de papel vegetal com feijões por cima
e leva ao forno durante 15 minutos;

Leva ao lume em banho Maria por 15 minutos mexendo sempre!

Envolve à mistura das gemas, as claras em castelo e os 100gr de açúcar.

Coloca o recheio na tarte,
leva ao forno mais 15 minutos.

Polvilhei com sultanas e muesli.

Maravilhosa!!!

Para a próxima faço com o dobro do recheio!

Precisas de:

2 ovos;
2 laranjas;
30gr de farinha;
175gr de açúcar;
1 - massa quebrada ou folhada;
Frutos secos a gosto, é só inventar!

Misturar amêndoa ou avelã moída também fica muito bem!





26 de janeiro de 2016

Quarto partilhado para menina e menino

Uma simpática leitora do Velud'arte,
a Maria de Jesus,
que também está à espera de bebé, está na fase de decidir a decoração do quarto.
Tal como eu, já tem uma menina e esta pediu à mãe para o mano ficar no mesmo quarto que ela.
O quarto é grande e a mãe quer conjugar "rosa com azul e branco e talvez um pouco de verde".

Aqui ficam as minhas sugestões:
  • Na minha opinião não se deve conjugar muitas cores na estrutura base da decoração. Os brinquedos, livros e acessórios de cada criança, neste caso menino e menina já vão trazer muita cor.
  • Mobiliário: Eu sugeria camas do mesmo tom, branco de preferência e jogava com os têxteis!
  • Cortinados: Iria para os brancos para tornar o quarto mais luminoso e alegre. Até porque a maioria dos quartos tem apenas uma janela lateral e esta estará do lado de um "território" :)
Maria,
aqui estão soluções com rosa, azul, branco e verde como imaginas-te!

Ora vê:


Muita suavidade!


As camas não precisam de ser iguais, mais importante na minha opinião é terem a mesma cor!


Se as paredes e móveis forem bem clarinhos, um cortinado verde também fica muito bem!
Atenção ao detalhe da cor dos abat-jours:


Este quarto torna-se muito alegre:


 Os baldes de arrumação e alguns detalhes a verde na roupa de cama:


E se as camas não forem brancas?


Não deixa de ficar interessante!


Mas continuando nas camas brancas:

Com a base branca, quando o bebé crescer, é só adicionar uns quadros, colocar uma colcha menos infantil e continua um quarto perfeito para menino e menina:




O azul e o rosa marcam os espaços de cada criança:




Queres ver a minha solução preferida?
...
segue-me
...

Imagina este quarto sem divisão, a meio do quarto terminam estrelas rosa e começam estrelas azuis:
Móveis brancos, roupa de cama branca, uma mantinha aos pés da cama azul e uma rosa!
Uma fofura! Perfeito!


Duas colchas FABRINA do Ikea, aqui, por 9,99€ cada, fazem a combinação perfeita!
Já trabalhei com elas para diferenciar quartos e gostei!


Outra das minhas sugestões pessoais é combinar:
Vermelho e rosa com azul escuro e azul claro:
Para que o quarto não fique demasiado feminino...






 Outra ideia bastante económica:
Fazer duas cabeceiras com um mdf, esponja e tecido:

A cómoda optaria por branco, com puxadores rosa nas gavetas dela, e azuis nas gavetas dele!
Abusar nas bandeirolas com os vermelhos, rosas e azuis...




  •  Sempre presente: o nome da criança ou a inicial em cima de cada caminha:










Mais alguns quartos:


E este:
Tudo branquinho,
pom poms coloridos, 
almofadas coloridas
muitos livros à vista
 e uma aguarela personalizada em cima de cada caminha:

E sem grande ordem de cores mas esteticamente muito bonito:
 Onde o ideal é reciclar móveis e pintar de cores pastel...



Maria, 
com paredes verdes temos ainda:



Também com outras cores:








E cuidado, 
não cair nesta tentação de misturar cores e padrões que na minha opinião estraga tudo:
Não carregar no tom da parede:
Manter uma simetria na decoração da parede:
Nesta imagem mostra o que não se deve fazer:

Maria, agora espero ver a evolução desse quartinho!

Beijinhos,
Neuza

23 de janeiro de 2016

Asas de borboleta para o carnaval DIY

Olá amiga (o).

O Carnaval está a chegar...
Esta época traz-me muitas recordações.
A minha avó fazia fatos para as netas giríssimos com retalhos que tinha em casa, e conseguia sempre surpreender! Sem acesso a revistas, ou internet :) , saía trabalhos lindos apenas fruto da sua imaginação!

** * Não se preocupava em ser perfeita, mas sim em ser original, em fazer as netas felizes! * **

E foi isto que me marcou, é por isto que a admiro tanto!
Era inclusive ela que nos acompanhava nas festas da escola, nos bailes de Carnaval!
Vivi uma infância feliz em grande parte graças à minha avó!

São estas recordações que fazem de mim uma pessoa tão feliz!
A valorizar o que é feito à mão com amor sem grandes custos.

Não herdei a habilidade para a costura da minha avó e até da minha mãe, 
ainda não sei trabalhar com uma máquina de costurar, 
mas tento em conjunto com a minha filha fazer coisinhas engraçadas para ela usar ou brincar!


Em conversa com a filhota, ela decidiu mascarar-se de borboleta.
Quando eu fiz a saia de tule para a sua festa de aniversário, 
decidi voltar a dar-lhe uso e esta ocasião pareceu-me a ideal!

Como as crianças viajam de um lado para o outro no Carnaval, não queria fazer umas asas armadas de arame, mas sim, umas que abrissem e fechassem quando ela desse aos braços, para não ter de tirar e voltar a colocar cada vez que entra para o carro.

Vi este video e colocámos mãos à obra: 

O facto de ser plástico pareceu-me bem, não fosse chover um bocadinho.

Um saco de lixo preto.



Recortes em sacos brancos e lilás.




No fim das asas cosidas a uma camisola quentinha, vestimos e verifiquei que não era isto que queria... 
As asas não encaixam bem na saia e as aplicações não se aguentam com tanto abre e fecha de bracinhos.

Ainda vamos a tempo para fazer umas asas melhores.

Não gastámos dinheiro, só meio tubo de cola, divertimo-nos e ela aprendeu qualquer coisa de certeza.

Para este Domingo espera-nos um tecido de flanela e duas latas de tinta spray...

Vamos ver o que conseguiremos fazer!

Beijinhos.
Neuza